7 RAZÕES PARA MEDIR O CONSUMO DE ENERGIA

O mundo globalizado respira tecnologia! O mesmo acontece com o setor energético, que rapidamente absorve novas ideias e conceitos, além de estar em constante transformação. Nesse sentido, o acesso à informação é fundamental para entendimento do novo mundo que se constrói a nossa volta. E foi pensando nisso que trouxemos para você, 7 razões para medir o consumo de energia!

1ª. CONHEÇA O AUTOCONSUMO DAS INSTALAÇÕES FOTOVOLTAICAS

Quando falamos em projetos fotovoltaicos, falamos em economia de energia por dezenas de anos. Falamos também em sustentabilidade e inúmeros benefícios ao meio ambiente. Mas como entender de forma clara os benefícios reais que o sistema traz? Nesse contexto, o acesso às informações elétricas, de economia e de consumo de energia ganha cada vez mais importância. É o caso do autoconsumo, ou consumo instantâneo, que é a energia produzida pelo sistema fotovoltaico e imediatamente consumida pelas equipamentos elétricos ligados à instalação. Ao medir-se também o consumo total de energia do sistema, torna-se possível acompanhar os valores de autoconsumo, trazendo-se assim esclarecimento sobre os benefícios de economia que a unidade fotovoltaica tem gerado.

2ª. ESCLAREÇA AS DÚVIDAS DOS SEUS CLIENTES

Após a instalação do sistema fotovoltaico, muitos clientes apresentam dúvidas sobre a geração e consumo de energia. A medição de energia possibilita também o monitoramento completo do sistema, com acompanhamento dos dados de geração de energia, consumo total de energia, consumo de energia da rede, autoconsumo, injeção de energia na rede, balanços energéticos e financeiros. Essas informações esclarecem todas as dúvidas sobre o consumo de energia e saldo junto a concessionária. O que facilita o entendimento de como o sistema funciona e traz também autonomia para que o cliente acompanhe o total de energia que consome. O cliente que entende melhor o seu sistema fotovoltaico é mais favorável a indicar a tecnologia fotovoltaica para familiares e amigos. 

3ª. CONHEÇA O SEU PERFIL DE CONSUMO

Atualmente, já é possível solicitar a algumas concessionárias de energia a mudança para tarifa branca. Essa tarifa apresenta diferentes valores por kWh de acordo com o horário do consumo. A ideia é que fora do horário de ponta, período do dia de maior utilização da rede da concessionária, a energia seja mais barata. Por exemplo, em Minas Gerais, já é possível solicitar à CEMIG a atualização para a tarifa branca. Mas como saber se isso é economicamente vantajoso? Primeiramente é necessário que se conheçam os detalhes do perfil de consumo de energia da instalação elétrica, seja ela uma residência, um comércio ou uma indústria. Assim, com o histórico de horários de maior consumo de energia elétrica, avalia-se se a mudança trará de fato uma redução na fatura de energia.

4ª. SAIBA O VALOR DA CONTA DE ENERGIA ANTES DELA CHEGAR

Ao medir-se o consumo de energia em série com o relógio da concessionária é possível acompanhar a quantidade de energia injetada na rede e a quantidade de energia consumida da rede em tempo real. Assim, acompanha-se também o saldo energético e saldo financeiro com a concessionária, de acordo com a taxa do kWh. Inclusive, estabelecem-se previsões dos valores das faturas de energia por período de análise.  

5ª. OFEREÇA SERVIÇOS DE EFICIÊNCIA ENERGÉTICA

A medição do consumo de energia de uma instalação permite, além de identificar o perfil de consumo, identificar também o consumo de energia por carga. Dessa forma, equipamentos que utilizem mais energia podem ser identificados e então substituídos por equipamentos mais eficientes, reduzindo assim o consumo de energia e gerando economia. É o caso, por exemplo, da substituição de lâmpadas incandescentes por lâmpadas LED.

6ª. OTIMIZE OS SEUS PROJETOS FOTOVOLTAICOS

Uma vez realizado o serviço de eficiência energética, o consumo de energia é otimizado. Dessa maneira, é possível oferecer ao cliente um projeto fotovoltaico que leve em consideração um novo perfil de consumo com menor demanda de energia. O kit fotovoltaico será menor, mais leve, com preço mais acessível e instalação mais rápida. Além disso, o valor do investimento cairá, bem como o tempo de retorno do investimento, tornando os seus projetos muito mais competitivos no mercado!

7ª. FAÇA RATEIOS AUTOMÁTICOS DA FATURA DE ENERGIA

É muito comum que se dividam centros comerciais, escritórios e prédios entre vários locatários que atuem em diferentes ramos de trabalho. Essa é também uma tendência cada vez mais comum, formação de espaços de coworking. Isso pode causar problemas quanto à divisão da conta de energia, já que cada locatário terá um perfil de consumo de energia diferente. A medição do consumo de energia permite realizar rateios automáticos da fatura de energia, apresentando assim o consumo de energia de cada cliente e seus respectivos valor de conta de energia.

 

Você possui mais alguma razão para medir o consumo de energia? Como você tem acompanhado o consumo de energia dos seus projetos? Deixe o seu comentário abaixo! (=

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s